23.1.06

"Sapo" (engolido) no fim-de-semana... 2:

Por Mário Soares (talvez o maior alguma vez engolido por toda a família :)), e a humilhação vivida no domingo, que não merecia, pelo seu passado e pelos altos cargos que desempenhou, ter sido submetido a tão duro sacrifício.
Felizmente, toda a gente percebeu que Mário Soares não participou genuinamente nestas eleições e isso atenua as consequências pessoais e políticas para o candidato derrotado do PS.
Mas devia no entanto ter a humildade para saber quando é altura de sair pela “porta grande” enquanto é tempo! (Os sinais começaram na eleição para presidente do Parlamento Europeu).
Ele mais do que ninguém, sabe que uma das vantagens da República em democracia é poder alternar os eleitos, pelo menos do ponto de vista de quem elege!


(Pessoalmente, e isto agora é tipo-"teoria da conspiração", continuo a achar que isto foi mais uma jogada de Sócrates, como estratega que é, para se livrar de quem o incomóda, neste caso "os Soaristas", tal como fez com Carrilho quando o lançou à "fogueira" nas Autárquicas! :)) Inteligente, o homem! ;)

Sinto-me ainda, na necessidade de dizer estas palavritas:
Obrigado Manuel Alegre!
Obrigado por fazer renascer em muitos a chama de que as pessoas são maiores que as siglas e as militâncias!
No meu caso e de tantos outros, onde essa esperança apareceu pela primeira vez (porque, confesso inicialmente achei que era apenas um “mal menor”), depois percebi que era uma lição de palavra e atitude, pela voz, pela postura. Por uma beleza inerente à vida dos que a pensam e enfrentam com o coração!
Nada mais haverá a dizer senão: Esteve quase. Tão quase como poucos haveriam de crer....
Obrigado pela “cor” dada ao “cinzentismo” que rodeava os actos eleitorais!
E sei que não estou só, porque mais 1124661 pessoas estiveram em sintonia comigo na escolha que fizeram.
Francamente, aqueceu-me o coração o movimento que à sua volta surgiu em tão pouco tempo.
Ainda há gente capaz de se mobilizar por ideias e bater-se com tudo o que isso tem de bom!

(Depois, os partidos também são “feitos” por homens, como tal assim tenham a capacidade de reconhecer os erros, sendo isso uma prova grande de humildade e sanidade democrática! )

Não posso deixar de “pegar” nas deliciosas palavras de JMV: “Quanto a Cavaco, a situação do País não permite devaneios e ele sabe-o. Esta raquítica maioria, com tudo a seu favor, também não. Espero que a coabitação funcione e desconfio que durante um par de anos será quase idílica. As pessoas que fizeram dele - com a sua colaboração... - o novo Messias vão ter um despertar amargo, não está nas suas mãos resolver os problemas que as afligem. Mas o que seria de Portugal sem o Sebastianismo? Sem esta convicção de que um homem austero meterá na ordem os malandros dos (outros) políticos? Sem a esperança de uma noite de nevoeiro no CCB:)?”
Hilariante! :)))

Eu não acho de todo que a vitória de Cavaco seja uma calamidade nacional!
Os meus valores democráticos levam-me a respeitar a decisão da maioria dos eleitores! Por isso: Sr. Presidente, não votei em si, lamento pessoalmente que tenha ganho, mas, a partir deste momento, é o Presidente da República que respeitarei como tal!

6 Comments:

Anonymous Nuno Vital said...

Pois é minha amiga, foram 5 concorrentes "encavacados" no Domingo. Para mim foi o mal menor, como sabes. Mas o post não é sobre preferências, é para comentar o "momento" da noite. Quando o Eng. Sócrates se lembrou de falar ao país cortando a intervenção do poeta Alegre com a conivência dos media. Foi uma falta de ética, para não dizer outra coisa, que as televisões apoiaram. No meu entendimento, nas eleições presidenciais dá-se primazia aos candidatos presidencias. Ou não? Prioridades.

terça-feira, janeiro 24, 2006 10:00:00 da manhã  
Blogger xanocas said...

Quanto ao que se passou neste jardinzinho à beira mar plantdo, no passado domingo, várias coisas há a dizer.
Em primiro lugar, e como não poderia deixar de ser, é certo que o mal de tudo começou há meses atrás com a candidatura de Soares. O Sr. não soube de todo, avaliar que o seu tempo passara e, como grande homem e politico que foi, deixou-se deslumbrar pela possibilidade de voltar a ocupar um lugar de peso a nível nacional, esquecendo que o tinha mesmo que não se tornasse candidato, 10 anos depois.
Quanto a mim, foi uma forma amarga deste homem saír de cena, mas tenho que admitir, que, na minha modesta opinião, não fosse a candidatura do velhote, não haveria esta divisão de esquerda que levou Cavaco à presidência.
Sócrates, politico de meia tijela, que vem cometendo cada vez mais gaffes e deslizes com o avançar do tempo, acaba a noite retirando clara e deliberadamente, protagonismo ao candidato que ele NÃO apoiara... E não me venham com tretas de que não se apercebeu porque essa não pega. Concordo plenamente com o post do Nuno Vital... E faço minhas as suas palavras. Numa noite de presidenciais, não seria de bom tom dar primazia aos candidatos presidenciais??
Sócrates, por muito que o tenha desmentido, considerou esta derrota do seu candidato como um sinal de descrédito no seu governo... Se assim não fosse, não se impunha a nessessidade de cortar a plavra a Manuel Alegre (retirando a importancia dos seus cerca de 6% de votos a mais que Soares).
Bem, como o comentário já vai longo, resta-me concluir dizendo que democráticamente, Cavaco foi eleito presidente, não tendo outra opção se não aceita-lo como tal. Mas cá no fundo, nunca conseguirei ver Cavaco como Presidente da Republica, mas sim como o F****DaP*** que enquanto foi primeiro ministro, nos andou a F**** a todos!
Não é com satizafação que digo a quem me pergunta que esperando dois anos e logo logo se sentirão como no tempo do Salazar.
Estarei eu a exagerar?... Não sei!... Vamos esperar 2 anos e depois logo vemos!

Beijos,
Xana - Pedindo desculpa pelo vocabulário e continuando sem vontade de pôr o sorriso da praxe.

terça-feira, janeiro 24, 2006 12:40:00 da tarde  
Blogger River said...

Cara xanocas:
Eu cá estou com a “Vieira do Mar” : “quero esquecer que, nos próximos cinco anos, o professor Cavaco me vai entrar quase diariamente casa adentro, com o seu provincianismo bacoco de contabilista, a cuspir-se e a espumar-se.” :)))))))))

Depois, o PR não assim tanto poder na mão… e mais, Cavaco quer estar lá pelo menos 10 anos, por isso creio que vai ficar “sogadito”… :)

Feio sem dúvida, concordo contigo, e com o Vital, foi a tirada de Sócrates e das TV’s!
Muito feio mesmo!!!
E claro amigo Vital, que o Governo é “quem mais ordena”, em tudo neste país de “subservientes”!!! Sempre de cu pró ar a dar graxa ao poder, esperando receber algo em troca!

De resto, e aí não me revejo nas palavras de JMV, não há “maiorias raquíticas”, até por 1 voto se ganha ou se perde! È como o futebol, por 1 golo se ganha, ou se perde… ou se empata!!! :))))

beijinhos, mt. E obrigado por terem "vindo"! ;)

terça-feira, janeiro 24, 2006 1:52:00 da tarde  
Blogger blue kite said...

Apesar de tudo PR é só o PR. Passemos adiante, na esperança que ele cumpra o mandato sem sobressaltos.

Ahh, só me apetece desatinar...e nesse contexto já agora só me apetece era perguntar-lhe, para saber com o que contar: vai condecorar os U2 tal como fez o que agora se vai? Ou terei antes de fazer primeiro a simples pergunta: Sr. Presidente, o senhor sabe quem são so U2?

terça-feira, janeiro 24, 2006 4:41:00 da tarde  
Blogger River said...

AHAHAHAHAHAH!!! Lindo Bluezita!!! :D

Pois, pois, lembro-me agora de algo que li ontem, "curiosos" no mínimo, e que pode (ou não) até ser revelador do "tipo" de pessoa que é o "Sr. Silva": No seu discurso de vitória, Cavaco Silva agradeceu o apoio do dr. João Lobo Antunes, do dr. Relvas e da dra. Guerreiro, saudando os outros candidatos, que nomeou: Manuel Alegre, Mário Soares, Jerónino de Sousa e Garcia Pereira. Assim mesmo, uns precedidos do título académico, os outros simplesmente pelos seus nomes.
Les uns et les autres...

Eu por mim, nem quero levar isso muito a sério, pq “tiro” de todas as pessoas o que elas têm de melhor (do meu ponto de vista, claro!), felizmente tenho amigos cavaquistas, benfiquistas… e outras coisas acabadas em “istas” ou não… :)))

Mas devo confessar que algo me fez confusão, foi o facto de Cavaco Silva, já PR, no seu discurso de vitória parecia, afinal, o discurso da derrota: semblante fechado, frases de circunstância, Não se lhe viu, sequer, uma pontinha de emoção. Um sorriso que fosse!!! Bolas! Bolas! Bolas!

PS. Blue-Kite: Espreita este blog, acho que vais gostar:
http://golfinhu2.weblog.com.pt/

terça-feira, janeiro 24, 2006 7:49:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

This is very interesting site... »

sexta-feira, março 16, 2007 11:58:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home

  • Cenas de Sissi
  • Blue-Kite
  • A Pipoca Mais Doce
  • ATIPICO
  • Chuva,Frio,Calores...
  • Controversa Maresia
  • Espero bem que não-Alvim
  • Navegante da Rua
  • Noite Estrelada
  • No Reino de Carlota Joaquina
  • Palavras Soltas (da Joaninha)
  • Papoila
  • Prova Oral
  • A vida da Silver dava um Blog
  • Barbos e Bordalos
  • Cruxices
  • Da varanda do D'Artagnan
  • El Coruchero
  • Espaço Clean (Peter Danny)
  • Estórias do Fogareiro
  • Lurainbow
  • Matilha (querida)
  • Passado,Presente e Futuro
  • Ao Sul
  • Blogging After Dark
  • Blogo-Terapia da Rita
  • Bubblebath
  • Churrascos & Comentários
  • H2O
  • Isto Vai de Mal a Pior
  • Pandora's Box
  • Seamoon
  • Straight from Xana's Heart