21.3.06

Para os "Poetas de Serviço"

E porque hoje é Dia Mundial da Poesia, uma das formas de arte que mais gosto, aqui vai um mimo para os Poetas que passeiam nas margens… Um dos meus preferidos da primeira poetisa que li e criou em mim este gosto e prazer pela poesia!
Para: Rocker, Naoseiquenomeusar, Noitestrelada e Poca, com os desejos que continuem a transformar a sensibilidade, a alegria, o amor, a dor ou as lágrimas em palavras!

"Amar"

Eu quero amar, amar perdidamente!
Amar só por amar: Aqui... além...
Mais Este e Aquele, o Outro e toda a gente
Amar! Amar! E não amar ninguém!

Recordar? Esquecer? Indiferente!...
Prender ou desprender? É mal? É bem?
Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida inteira é porque mente!

Há uma Primavera em cada vida:
É preciso cantá-la assim florida,
Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar!

E se um dia hei-de ser pó, cinza e nada
Que seja a minha noite uma alvorada,
Que me saiba perder... pra me encontrar...

Florbela Espanca

12 Comments:

Blogger xanocas said...

Ser poeta é ser mais alto
É ser maior do que os homens
Morder como quem beija
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do reino de aquém e além Dor....

terça-feira, março 21, 2006 9:05:00 da tarde  
Blogger xanocas said...

É ter de mil desejos o esplendor
E não saber sequerr que se deseja
É ter cá dentro um astro que flameja
É ter garras e asas de condor

terça-feira, março 21, 2006 9:06:00 da tarde  
Blogger xanocas said...

É ter fome
É ter sede de infinito,
Por elmo as manhãs de ouro e de cetim
É condensar o mundo num só grito

E é amar-te assim perdidamente
É seres alma e sangue e vida em mim
E dize-lo cantando a toda a gente

terça-feira, março 21, 2006 9:08:00 da tarde  
Blogger HatA/mãe said...

Minha querida não podia deixar de vir, vi a dedicatoria...obrigada.
Já está a passar a onda negativa e vim a correr dizer-te.
Até fiz um post com a familia.
Vinha mesmo só para te dizer que estou melhor, senti-te tão angustiada...
É horrivel passar-mos esta carga para quem nos quer bem...
Desejo que passes um grande fim de semana.
Um grande abraço apertadinho

terça-feira, março 21, 2006 11:18:00 da tarde  
Blogger ana said...

Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida inteira é porque mente!
Eu Acredito que estas palavras podem ser mais que uma simples poesia.
Existem momentos muito bons e outros menos, mas se se amar alguém do fundo do coração, o "AMOR" (compreensão, afecto, cumplicidade,...), supera tudo.

quarta-feira, março 22, 2006 11:16:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Só posso dizer OBRIGADA!
Estou longe de ser poetisa... mas obrigada pelo mimo, faz bem ao ego.
BOM DIA!
E um beijo.

quarta-feira, março 22, 2006 11:40:00 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

ah...
claro que sou eu a falar :)
(esta coisa está estranha menina, só aceita anónimos, caramba! eu não sei que nome usar, mas gosto de o ver escrito:)))
Beijos

quarta-feira, março 22, 2006 11:42:00 da manhã  
Blogger poca said...

agora pronto... surpreendeste-me e deixaste-me sem palavras!!!
obrigada river pelas tuas palavras... o maior mimo que poderia receber!!!

quarta-feira, março 22, 2006 12:39:00 da tarde  
Blogger poca said...

e já que estamos numa onda de poetas, gosto deste:
o poeta é um fingidor...
finge tão completamente,
que chega a fingir que é dor...
a dor que deveras sente.
do grande FP

e este também me diz muito:
Senta-te aqui Ó Lídia,
à beira do Lago,
mas não me beijes
e não me toques
para que quando te vás..
eu não te sinta a falta..
(este não tenho a certeza de quem é, mas tenho inclinação para o Alberto Caeiro, nem sei porquê!!! já agora se alguém souber...
agradecia a informação...)

quarta-feira, março 22, 2006 12:43:00 da tarde  
Blogger River said...

Xanocas, é bem!!! :)
Por esse tb, e tantos outros, adoro Florbela Espanca!
Prendeu-me hà uns anos, já crescida, qdo recebi como presnte de anos do meu querido compadre Manel (padrinho da Beatriz), um livro com poemas e sonetos da grande Florbela!
beijinhos

Noitestrelada, minha querida, isto foi só um mimo, com todo o prazer!
Fico feliz por as coisas estarem melhores...
O q me deixa angustiada é o facto de ñ conseguir como q por magia, curar essa dor...
um abraço

Ana, eu tb sou dessa opinião!
beijos

Naoseiquenomeusar, para mi és poetisa e pronto! :)
beijinhos

Poca, foi um prazer! :)
Agora, se é Alberto Caeiro tb ñ sei... ops!
beijos

quarta-feira, março 22, 2006 7:30:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Obrigado pelo simpático elogio,
de qualquer forma não me considero poeta, pois para o ser é preciso muita determinação e de abdicar de muita coisa na vida, para se enveredar por esta arte tão transcendente e bela, e dedicarmo-nos a corpo e alma por inteiro...
A poesia, ensaios, prosa, ou outra forma de escrita tem ajudado o mundo de várias maneiras nem que seja para sensibilizar os demais...

Mas obrigado, foi bom ouvir...

bjs,

The Rocker

quinta-feira, março 23, 2006 10:06:00 da manhã  
Blogger River said...

Caro Rocker, para ser poeta, ñ basta "apenas" fazer só isso... Qtos ñ teriam tempo e disponibilidade para o ser, mas ñ são?!... É uma questão de alma, e isso uns têm... outros não!
Continua... sempre!

um abraço

sábado, março 25, 2006 5:25:00 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home

  • Cenas de Sissi
  • Blue-Kite
  • A Pipoca Mais Doce
  • ATIPICO
  • Chuva,Frio,Calores...
  • Controversa Maresia
  • Espero bem que não-Alvim
  • Navegante da Rua
  • Noite Estrelada
  • No Reino de Carlota Joaquina
  • Palavras Soltas (da Joaninha)
  • Papoila
  • Prova Oral
  • A vida da Silver dava um Blog
  • Barbos e Bordalos
  • Cruxices
  • Da varanda do D'Artagnan
  • El Coruchero
  • Espaço Clean (Peter Danny)
  • Estórias do Fogareiro
  • Lurainbow
  • Matilha (querida)
  • Passado,Presente e Futuro
  • Ao Sul
  • Blogging After Dark
  • Blogo-Terapia da Rita
  • Bubblebath
  • Churrascos & Comentários
  • H2O
  • Isto Vai de Mal a Pior
  • Pandora's Box
  • Seamoon
  • Straight from Xana's Heart